Você Sabia?  

O que São Transtornos, Dificuldades e deficiências na Aprendizagem ?
Publicado em: 26/07/2014

 O QUE SÃO TRANSTORNOS, DIFICULDADES E DEFICIÊNCIAS NA APRENDIZAGEM?

Os termos transtornos, dificuldades e deficiências na aprendizagem são usados com muita frequência quando queremos nos referir a qualquer problema que afete a aprendizagem de um indivíduo.

Muitas vezes usados como sinônimos ou de forma aleatória mas eles possuem diferenças e referem-se a questões diferentes.

Uma dificuldade na aprendizagem se refere a uma condição mais psicopedagógica, social e cultural que acabam por afetar a aprendizagem e, por consequência, o problema acaba centrado no aluno. As suas causas podem ser centradas em fatores orgânicos (má nutrição), específicas (por defasagem em alguma área que não foi devidamente trabalhada ou estimulada), por fatores psicológicos (inibição e baixa autoestima) e ambientais (falta de estímulos).

Estes fatores causam fraturas no processo de aprendizagem que afetam o rendimento escolar do aluno bloqueando a aprendizagem por causas externas. Sendo assim, não adianta um atendimento educacional especializado se as causas externas não forem resolvidas.

Um transtorno é um comprometimento neurológico e se refere a uma condição clínica se caracterizando por um grupo heterogêneo de alterações manifestadas por dificuldades no uso da audição, fala, leitura, escrita, raciocínio e habilidades matemáticas devido a disfunções no Sistema Nervoso Central (SNC) podendo ocorrer junto com outras condições ambientais e emocionais que agravam o caso mas as manifestações não são o resultado direto destas.

O transtorno tem início na infância, as dificuldades são decorrência de comprometimentos e atrasos na maturação do desenvolvimento do sistema nervoso central e apresentam curso estável mas não desaparecem ao longo da vida. Neste caso encontramos os transtornos específicos da leitura, do soletrar, das habilidades matemáticas e habilidades escolares.

Deficiência na aprendizagem é um termo que se refere a uma modalidade mais grave de impedimento na aprendizagem as quais apresentam características mais graves, extensas e duradouras e, conseqüentemente, vai requerer adaptações curriculares e/ou tecnologia assistiva. Neste caso, inclui-se os casos de alunos com deficiência intelectual, física, visual, auditiva, múltipla, altas habilidades e transtorno do espectro autista.

Dentre os diversos transtornos podemos encontrar:

Distúrbios da atenção e concentração: que retrata os comportamentos das crianças com e sem hiperatividade e impulsividade(TDAH).
Problemas receptivos e de processamento da informação: diz respeito à competência lingüística, como as atividades de escrita, distinção de sons e de estímulos visuais, aquisição de léxico, compreensão e expressão verbal (DISTÚRBIO DO PROCESSAMENTO AUDITIVO CENTRAL).
Dificuldades de leitura manifestada pela aquisição das competências básicas relacionadas a fase de decodificação, como sendo a compreensão e interpretação de textos, as dificuldades de escrita e presença de erros ortográficos em gera(DISLEXIA)
Dificuldades na matemática, que se revelam na aquisição da noção de números, no lidar com quantidades e relações espaços-temporais e problemas de aquisição e utilização de estratégias para aprender, manifestados na falta de organização e utilização de funções metacognitivas, comprometendo o sucesso na aprendizagem (DISCALCULIA).
Dificuldades na expressão escrita onde impossibilita a expressão da aprendizagem pela via escrita (DISGRAFIA).
Desta forma, podemos salientar os seguintes aspectos:

As dificuldades de aprendizagem se referem a um grupo de crianças que, tendo as capacidades necessárias, não conseguem atingir um rendimento que seriam esperado delas. Os métodos normalmente utilizados, em nossas escolas, não funcionam para elas.
Os transtornos específicos de aprendizagem (TEA) implicam num rendimento na área acadêmica abaixo do esperado para a idade, o nível intelectual e o nível educativo, cujas manifestações se estendem para as outras áreas da vida somente nos aspectos que requerem a leitura, escrita e o cálculo, o que deixa fora o atraso mental, os transtornos de linguagem e os déficits sensoriais primários (visuais e auditivos) que afetam de forma global a vida cotidiana.
O Transtorno tem um caráterneurobiológico pelo qual o cérebro funciona ou é estruturado de maneira diferente. Estas diferenças interferem na capacidade de pensar e recordar. Os transtornos de aprendizagem podem afetar a habilidades da pessoas para falar, escutar, ler, escrever, soletrar, raciocinar, recordar, organizar a informação ou aprender matemática.
O transtorno é um impedimento psicológico ou neurológico para a linguagem oral ou escrita ou para os conceitos perceptuais, cognitivos e motores.
Eles não desaparecem mas a criança aprende a compensar suas dificuldades com uma intervenção adequada desde cedo.
´


Fonte: http://atividadeparaeducacaoespecial.com/inclusao-o-que-sao-transtornos-dificuldades-e-deficiencias-na-aprendizagem/

Contato
sheilapsicopedagoga@hotmail.com
Copyright © - 2011 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Daniela Barbosa
Facebook Twitter