Você Sabia?  

Psicomotricidade e Matemática
Publicado em: 16/08/2019

 PSICOMOTRICIDADE & MATEMATICA

Crianças com dispraxia no fator psicomotor estruturação espaço temporal tem como uma das consequências o fracasso na aprendizagem matemática.

A estruturação espaço temporal está relacionada com aquisições relacionadas com o
desenvolvimento da atenção seletiva, do processamento da informação, coordenação espaço-
corpo e proficiência da linguagem

Está também relacionada ao potencial de aprendizagem da criança, pois
está inserida na leitura, escrita e cálculo.

Déficits nesse fator podem revelar problemas com reconhecimento de figura fundo e formas,
memória visual sequencial, integração e memória sequencial auditiva, dificuldades perceptivas
verbais e não verbais.

Estão relacionados aos lóbulos Occipitais e Temporais

A criança não consegue organizar seu tempo e gasta parte da aula escrevendo uma linha, continua com letra muitas vezes ilegivel devido ao pouco tempo que lhe resta, além disso pula linhas e perde conteúdo.

Ela tem dificuldade na noção de antes e depois ( antecessor e sucessor ), que tem relação com ritmo, tempo.

Se não percebe esquerda e direita (não é simplesmente conceito de direita e esquerda, mas noção) gerando dificuldade em distinguir 12 de 21.

Se não diferencia em cima e embaixo confunde 9 e 6.

Não diferencia intervalos e ao montar as contas coloca a dezena embaixo da centena.

Com a falta de percepção espacial não tem noção de fileira e coluna, não percebe as posições nem a reversibillidade,

Como consequência, questões de lateralidade e esquema corporal podem surgir e com a lateralidade não bem definida não percebe o lado dominante, não percebendo a diferença entre esquerda e direita, tem problemas em reconhecer a ordem na Lousa (esquerda para direita) e copia no caderno de forma desorganizada sem respeitar título, se perdendo, copiando sem ordem.

Na leitura não é diferente.

Outra consequência é se tornar uma criança "estabanada" pois terá déficits na praxia global e problemas em habilidades manuais e escrita por déficits na praxia fina, com reflexos na letra e na organização como um todo.

E toda essa problemática vai interferir na aprendizagem como um todo, na memória, na afetividade, socialização e emoção, chegando a interferir na autoestima.

Esses são alguns aspectos.

A terapia psicomotora vai ajudar em todos esses aspectos.

Não é simplesmente com reforço escolar que essa criança vai evoluir, isso é tortura!
É preciso lembrar da tríade MOVIMENTO-COGNIÇÃO -AFETIVIDADE.

Através da terapia PSICOMOTORA, com as atividades corporais direcionadas ao perfil da criança, ela vai atingir a maturidade da área cerebral (lobos occipital e temporal) e consequentemente vai melhorar nesse aspecto.

Cristiane Mazzitelli


Contato
sheilapsicopedagoga@hotmail.com
Copyright © - 2011 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Daniela Barbosa
Facebook Twitter